SPEM | Brasil
Sociedade dos Pacientes com Esclerose Múltipla.




No tratamento da EM é fundamental que o portador tenha acompanhamento médico por um neurologista com especialização na EM, pois a doença é muito polimorfa e varia bastante de pessoa para pessoa, confundindo muitos profissionais despreparados.

Usar apenas as medicações prescritas pelo médico, adianta apenas em parte. Você tem de se cuidar num todo e fazer de tudo para: ter, manter e melhorar sua qualidade de vida, em todos os aspectos:

Uma coisa tem de ficar claro, a EM ainda não tem cura e justamente por isso, todo tratamento, seja: ALOPÁTICO(com remédios) ou NÃO. Só irá diminuir a atividade e a intensidade da doença, mas não irá extingui-la do nosso organismo.

Veja um pouco mais sobre os tratamentos:

ALGUNS TRATAMENTOS ALOPÁTICOS

O tratamento alopático para a EM se divide basicamente em tratamento de:

  • IMUNO-MODULAÇÃO Feito atravéz de medicamentos, como os interferons beta; o acetato de glutirâmer(COPAXONE); e/ou outras medicações recentes, geralmente de uso contínuo que na medida do possível protejem / "blindam" a mielina no sistema nervoso central.
  • IMUNO-SUPRESSÃO, é feito através de medicamentos que reduz a atividade celular do sistema imunológico. Na EM, primeiramente eram utilizados somente durante os casos de surto da doença, pois o uso contínuo traz inúmeros efeitos colaterais.
    Atualmente a imuno-supressão atravéz de novas drogas no tratamento da doença tem trazido resultados animadores.
obs.: Dentro das alternativas citadas acima somente um Neurologista especializado em EM pode definir o melhor tratamento para o seu paciente, visto que, os sintomas e lesões no sistema nervoso são únicos em cada pessoa.

ALGUNS TRATAMENTOS COMPLEMENTARES

Os tratamentos complementares num portador de EM geralmente trabalharão a sua parte física. Essas atividades servem para melhorar/manter a sua condição, que pode ser muito alterada depois de um surto da doença e os exercícios que você faz agora também te servirão como prevenção.

Veja com seu médico, fisioterapeuta, numa associação de EM ou outros a melhor forma de se manter em forma.


Segue abaixo algumas terapias:
  • VITAMINA D - Essa vitamina usada no tratamento da EM é experimental e está em estudo clínico fase II de estudos pelo mundo, você pode usa-la, mas converse com seu médico, todo caso é único...;
  • ALONGAMENTOS - Em sua maioria são exercícios simples, mas fundamentais para o portador;
  • NATAÇÃO - ótimo exercício pois trabalha praticamente com todos os músculos do corpo, sem tantos problemas com a fadiga, mas fique atento p/ que as piscinas aquecidas estejam no máximo a 30º;
  • HIDROGINÁSTICA - Idem ao anterior;
  • DRENAGEM LINFÁTICA(massagem) - Técnica de massagem que ajuda na eliminação de líquidos.
    Geralmente, após a pulsoterapia, nosso corpo apresenta retenção de líquidos e por isso que ficamos inchados, ou "engordamos";
  • IOGA - Excelente exercício para quem tem EM, pois, os seus exercícios trabalham muito com: alongamentos e com a respiração, além de promover o relaxamento.
  • TAI-CHI-CHUAN - Como o exercício anterior, é excelente para os Pacientes com EM, feito com movimentos lentos, controlados e com mudanças rápidas de posição. Requer e aprimora o equilíbrio dos participantes.

obs.: Nas atividades físicas que você venha a praticar, como: nos ALONGAMENOS, na IOGA, no TAI-CHI-CHUAN ou outros, fique atento às adaptações como um corrimão e/ou outros de que você venha a precisar.

Atualmente em meu tratamento faço/uso:

  • o interferon beta 1b, o Betaferon, como imunomodulador 3/semana;
  • faço fisioterapia e ioga na ABEM;
  • além de outros cuidados...

Dica:

**. Com aproximadamente 20 minutos de atividade física de qualquer tipo se tem a "queima" calórica no organismo e elevando esse tempo há pelo menos 30 minutos, é liberado naturalmente hormônios e neurotransmissores (substâncias químicas), como: ADRENALINA, ENDORFINA e outros que dão estímulo à mente (principalmente a memória recente), melhora o humor, aumenta a auto-estima e fortalece todo o corpo, como no: sistema circulatório, cardíaco e outros. . .
Veja com um médico, fisioterapeuta ou outros profissionais de saúde mais sobre isso e principalmente, fale com o médico sobre as suas condições físicas para iniciar alguma atividade.

obs... A dica acima só funciona e tem resultado certo se realizada ao menos 3/semana.